Economize custos energéticos e invista no futuro

Tecnologia de insuflação:

Este procedimento ecológico e económico de isolamento inovador em Portugal é já bastante conhecido nos países centro-europeus e anglo-saxões.  Recomendável para isolar câmaras entre muros e isolamentos de coberturas, consiste na insuflação de celulose dentro das câmaras ou a projecção húmida sobre muros e lajes.

A celulose é um material reciclado de papel de jornal, tratado com aditivos que lhe conferem propriedades ignífugas e antifúngicas.


O procedimento de insuflação está cada vez mais estendido em países anglo-saxões, uma vez que são requeridas elevadas características do material no que se refere a uma perfeita distribuição em cavidades, boas características de conductividade, conductividade, resistência térmica, resistência à difusão, resistência ao fogo, ao mesmo tempo que é um procedimento muito económico e ecológico para isolamentos posteriores.

É possível isolar toda uma casa em apenas um dia, sem andaimes, sem obras, a um baixo custo e com um produto totalmente ecológico.

Para começar, fazemos uma prospecção das câmaras entre muros com endoscópio para nos certificarmos do estado das mesmas, detectar possíveis variações construtivas, assegurando-nos, assim, da sua idoneidade.

A seguir insufla-se celulose na câmara

Abre-se uma perfuração e introduzem-se as mangueiras que insuflam a celulose a pressão, deixando a cavidade totalmente preenchida com isolante ISOFLOC, tanto sobre tectos falsos...

... como em câmaras entre muros de fachada e paredes interiores...

... como no interior de paredes do tipo Pladur ocos e mal isolados...

... ou também pode-se insuflar sobre uma laje inaccessível entre paredes do tipo "pombal"

 

Aplicador em Lisboa (Portugal)

Contacto:  93 260 7282 ou 93 732 8306

stanka@netcabo.pt

meu orçamento